A importância da gestão em um escritório de advocacia

A gestão é fundamental em um escritório de advocacia. É preciso implementar um sistema prático para que as atividades sejam desempenhadas de forma eficiente. Dessa forma, o advogado vai expandir o alcance do seu negócio, aumentar seus lucros e diminuir seus gastos.

Muito mais do que o conhecimento jurídico, os advogados devem saber gerir pessoas, organizar processos administrativos e atividades, ter controle das finanças e se relacionar bem com clientes, parceiros e fornecedores.

Como o assunto nem sempre é estudado das faculdades de Direito, preparamos um artigo completo explicando o que é a gestão do escritório de advocacia e como implementá-la ou melhorá-la.

Antes de tudo, qual o significado de gestão?

Gerir significa administrar. É organizar e estruturar as atividades para que os processos administrativos se tornem mais eficientes e o escritório mais competitivo e atraente para os clientes em potencial. Muito além do que simplesmente executar tarefas, gerir envolve um planejamento estratégico.

A gestão pode ser vista sobre as diversas perspectivas: pessoal, de tempo, financeira e contábil e dos processos.

Por que ela é importante?

O sucesso de um escritório de advocacia está relacionado com o jeito que ele é gerido e estruturado. A gestão é, portanto, essencial para garantir o desempenho e a eficiência das atividades. Ela otimiza o tempo, diminui custos e aumenta a rentabilidade.

Ela também acaba dando um suporte aos advogados, que terão mais tempo livre para se dedicarem aquilo que sabem fazer: o atendimento de qualidade ao cliente. Além, é claro, de se aprofundarem nos assuntos jurídicos. Lembre-se que, quanto mais especializado em sua área, melhor.

Como fazer a gestão do seu escritório de advocacia?

Para que a gestão seja eficiente, o advogado precisa adquirir um conhecimento além do jurídico aprendido na faculdade. Como nem sempre sobra tempo e nem mesmo é de seu interesse, o ideal é contratar pessoas externas para desenvolver esse trabalho.

Um gestor especializado na área jurídica vai saber valorizar as habilidades de cada um dos profissionais do escritório e conduzi-los para o cumprimento das tarefas da forma mais inteligente possível.

Para que essa gestão seja implementada com qualidade, o líder deverá avaliar o momento do escritório. O objetivo inicial é encontrar pontos que possam ser melhorados nos processos.

É essencial que a avaliação seja feita na área contábil, de procedimentos, pessoas e até no marketing. Esse último ponto é essencial para se tornar conhecido e conquistar novos clientes.

Se o seu escritório ainda não está no momento de realizar esta contratação, faça você mesmo. O importante é que já exista esta cultura e que ela seja continuada ao longo do tempo.

Lembre-se, o advogado também é um empreendedor e você deve dedicar parte do seu tempo ao crescimento do seu escritório.

Tudo pode ser mais fácil com um software jurídico

Gerir pessoas e finanças não é uma tarefa fácil. Felizmente existe a tecnologia!

É fundamental que o escritório de advocacia conte um bom software jurídico para gerenciar a rotina, concentrar informações e controlar tarefas de cada profissional e o prazo das mesmas.

Existem softwares que também ajudam no controle financeiro: fluxo de caixa, emissão de boletos, faturas e notas fiscais. Os processos ficam, assim, mais práticos e transparentes.

O uso de aplicativo de calendários e agendas em nuvem também facilita a organização do dia a dia, alertando sobre possíveis tarefas inacabadas ou mesmo tarefas urgentes. Já o hangout, o skype e outras ferramentas de videoconferência são essenciais para agilizar questões mais simples entre o advogado e seu cliente. Essas tecnologias permitem que as pessoas se reúnam de qualquer lugar.

Quer entender mais sobre o assunto? No próximo artigo, vamos explicar detalhadamente o que é um software jurídico. Acompanhem!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Bitnami