(31) 3972-9452 / (31) 9 9382-6600

Um plano de negócios é semelhante a um planejamento de uma viagem a um País desconhecido. Sem um roteiro, você ficaria totalmente perdido, não é mesmo?

O mesmo acontece quando você decide montar um escritório de advocacia. Sem uma rota estratégica com metas bem definidas, o seu negócio pode estar fadado ao fracasso. Vale lembrar que são mais de 1 milhão de advogados no Brasil. Pior: mais de 30% dos escritórios fecham no primeiro ano.

Em um mercado competitivo, é preciso se destacar. Elaborar um plano de negócios consistente é, portanto, uma ferramenta essencial para que seu escritório seja bem-sucedido. Pensando nisso, hoje vamos mostrar como montar um plano de negócio.

O que é um plano de negócios?

O plano de negócios é um documento escrito com os objetivos de um negócio e o que é preciso fazer para alcançá-los. Dessa forma, você acaba reduzindo riscos e incertezas. Esse, entretanto, é um conceito genérico, que vale para todas as empresas. Como aplicar um plano de negócios para o escritório de advocacia?

Como montar um plano de negócios para um escritório de advocacia?

Depois de entender a importância de um plano de negócios para o seu escritório de advocacia, é hora de colocá-lo em prática. Por isso, separamos a construção do documento em 5 etapas. Vamos juntos?

O seu escritório é um empreendimento

Quando você decide abrir um escritório de advocacia, além de advogado, também é um empreendedor. Poretanto, ao ter consciência de sua natureza empreendedora, você deve colocar a mão na massa e se comportar como um empresário.

  • Identifique as oportunidades no mercado jurídico
  • Elabore o plano de negócios baseado nessas oportunidades
  • Capte os recursos
  • Gerencie o seu escritório de advocacia

Analise o mercado

Na hora de elaborar o plano de negócios para seu escritório de advocacia, é preciso observar o mercado e a concorrência para a área que escolheu atuar. Quantos escritórios existem na sua cidade? Como é a forma de atuação desses escritórios? Por que eles se destacam no mercado? Como eles se posicionam?

Depois de refletir e responder cada uma dessas questões, você conseguirá identificar e definir como vai atuar.

Durante a análise do mercado, é importante avaliar as principais demandas da população. Assim, você pode guiar o seu escritório para a área mais requisitada no momento. Lembre-se: o escritório de advocacia é uma empresa e, como qualquer outra, deseja o lucro.

Qual a área do seu escritório de advocacia?

Ao identificar as oportunidades do mercado, é hora de definir qual será a área do seu escritório. Ele será generalista? Ou terá uma área de atuação específica? Vai enveredar pela área trabalhista, penal, cível ou do direito previdenciário?

Em relação à infraestrutura, você vai começar como um escritório digital? Ou terá um espaço físico? Qual o seu público-alvo? Qual o perfil de clientes você deseja atingir?

Respondendo essas questões, é hora de definir as estratégias de atuação e como vai atrair os clientes para o seu escritório de advocacia.

Atraia clientes

O marketing jurídico é fundamental para conquistar novos clientes. E a boa notícia é que existem diferentes formas de divulgar seu escritório, respeitando os regras permitidas pela OAB.

Você pode se tornar uma referência em sua área de atuação, escrevendo artigos relevantes em veículos e sites especializados.

É importante que você crie um site e blog para ser o cartão de visitas do seu escritório de advocacia. Ofereça dicas, orientações e novidades do ramo jurídico que você atua. Você deve se transformar em referência em sua área, produzindo conteúdo jurídico – esse é o objetivo. Assim, os clientes virão a você naturalmente.

Coloque tudo no papel

A missão do seu escritório de advocacia, os objetivos e as estratégias para alcançá-los deverão ser registrados em um documento escrito. Esse documento é o plano de negócios. Feito isso, você deverá recorrer a ele periodicamente para avaliar os resultado positivos e negativos, o que deu certo e o que não funcionou, se deverá ser feito algum ajuste ou até mesmo traçar novas metas. Lembre-se: é fundamental estruturar seu escritório de advocacia para que ele cresça de forma sustentável.

E, claro, ofereça um serviço e atendimento de qualidade ao seu cliente. Dessa forma, seu escritório de advocacia será recomendado no mercado.

Conclusão

Agora é hora de tirar os sonhos do papel e começar a executar o plano. Para garantir uma gestão eficiente, parte essencial para a produtividade e lucro do seu escritório de advocacia, invista em um software jurídico completo, como o iProcessum.

Nossa equipe está disponível para oferecer o melhor plano para você e seu escritório de advocacia.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Bitnami